WebTuga implementa IPv6 nativamente

0
314
views

IPv6 é o Futuro

A Internet está em constante crescimento e cada vez chega a mais locais, permitindo-nos comunicar, negociar, interagir e partilhar informação e experiências com qualquer pessoa em qualquer parte do mundo à distância de um clique.

O Protocolo IPv4

No entanto a interligação na rede Internet por todos os computadores e dispositivos com acesso à Internet apenas é possível graças ao IP (Internet Protocol), que permite atribuir a cada um desses dispositivos, uma morada de identificação ao qual chamamos de Endereço de IP.

O IPv4 é a versão do Protocolo de Internet (IP) que se encontra em produção desde 1983. Devido ao facto de ter um tamanho de 32 bits (Exemplo: 185.118.112.1), este está limitado apenas a 4.294.967.296 endereços de IPv4.

Quando o protocolo foi desenvolvido, pensou-se que 4 biliões de endereços seriam mais que suficientes, no entanto o tempo mostrou que não era bem assim. Para além do aumento da quantidade de computadores, servidores e smartphones com acesso à Internet, verificou-se também o fenómeno “Internet of Things”, onde muitos dos aparelhos electrónicos com que interagimos diariamente passaram a ter ligação à Internet (carros, casas, sensores, video-vigilância, etc.).

Esta situação, em conjunto com uma má gestão de recursos por muitos ISPs, levou à exaustão do Endereçamento de IPv4, limitando o crescimento da rede Internet.

IPv6 – O futuro da Internet

ipv6-webtuga

Para possibilitar a continuidade do crescimento da Internet, foi desenvolvido ainda na década de 90 um novo protocolo, o IPv6. Neste protocolo, os endereços têm 128 bits (Exemplo: 2a03:6420:0000:0000:0000:0000:0000:cafe), sendo possíveis 340 Undeciliões de endereços de IP, mais propriamente 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 Endereços IPv6.

O único problema é a impossibilidade do protocolo IPv4 comunicar nativamente com o protocolo IPv6, forçando uma das mudanças mais importantes de sempre na Internet.

Esta mudança tem vindo a ser adiada ao longo dos últimos anos, visto que muitos dos grandes ISPs conseguiram reservar gamas de IPv4 com endereços de IPv4 mais que suficientes para o seu crescimento antes da exaustão do IPv4 ser assunto, descartando muitos deles a necessidade de implementar o protocolo IPv6.

A implementação do IPv6 é também um processo bastante delicado, não sendo tão simples como premir um botão. Muito do Software, Protocolos e metodologias que são utilizados na Internet tiveram que ser adaptados para este novo protocolo.

Para facilitar a transição do protocolo IPv4 para IPv6, a melhor solução passa pela implementação do método Dual-Stack, que consiste em possibilitar o acesso aos serviços em simultâneo através de IPv4 e IPv6. Assim os utilizadores conseguirão aceder ao serviço, independentemente do protocolo disponibilizado pelo seu fornecedor de acesso à Internet.

WebTuga e o IPv6

webtugaipv6_2016

De forma a incentivar e acelerar a implementação do IPv6, foram ao longo dos anos efectuadas algumas iniciativas a nível global das quais a WebTuga fez parte, tais como o World IPv6 Day (2011) e o World IPv6 Launch (2012).

Em 2013, numa iniciativa à qual chamamos de “Run IPv6 @ WebTuga“, convidamos os nossos clientes a testarem o IPv6 nos seus sites, ainda com gamas de endereços IPv6 temporárias, o que nos permitiu detectar quais as dificuldades que seriam detectadas numa implementação à escala.

No seguimento do crescimento da nossa Infra-Estrutura, a WebTuga obteve em 2015 o estatuto de LIR (Local Internet Registry), tornando-se membro da RIPE NCC (Réseaux IP Européens – Network Coordination Centre), a Regional Internet Registry para a zona EMEA, o que nos permitiu obter uma gama /22 própria de endereços IPv4, assim como uma alocação de gama /32 de endereços IPv6.

Para que possa ter uma noção da diferença na atribuição de endereços de IPs em ambos os protocolos, uma gama /22 IPv4 representa 1024 Endereços de IPv4, enquanto que uma gama /32 IPv6 representa 79.228.162.514.264.337.593.543.950.336 endereços de IPv6 (Ver: Gamas IPv6).

Estamos neste momento nos últimos meses de 2016 e não queríamos entrar num novo ano sem dar a nossa contribuição para o avanço da implementação e transição para o IPv6. Por esse motivo, a WebTuga tem o prazer de informar todos os seus clientes que os seus serviços irão passar gradualmente a responder por IPv6 de forma definitiva, mantendo-se também o acesso habitual por IPv4.

Começamos por atribuir endereços IPv6 a todos os servidores que constituem o nosso Cluster DNS, quer para serviços de Alojamento Web Linux, como também para os serviços de Alojamento Web Windows.

Todos os servidores DNS passaram agora a resolver através de IPv6, possibilitando a resolução de nomes de domínios para acessos IPv6-only. Foram também configurados os reverse DNS para os endereços IPv6 da nossa rede.

dns-cluster-ipv6

A implementação do IPv6 nos servidores web está a ser agora efectuada de forma faseada, no entanto alguns dos nossos servidores já funcionam por IPv6.

Poderá, por exemplo, aceder desde já ao nosso site numa ligação IPv6, uma vez que todas as condições para o acesso estão reunidas:

webtuga-ipv4-ipv6-test

Adicionalmente, o acesso por IPv6 aos restantes serviços disponíveis no servidor, tais como o cPanel, o Webmail, o servidor FTP, o Servidor IMAP/POP e o Servidor SMTP também já é possível!

Na imagem abaixo, poderá verificar uma ligação FTP utilizando o software FileZilla a um dos nossos servidor através do endereço IPv6:

filezilla-ftp-ipv6-access

Prevemos alargar a implementação IPv6 a todos os servidores da nossa infra-estrutura durante os próximos dias. O nosso objectivo é garantir o acesso aos nossos serviços em Dual-Stack IPv6 e IPv4 a todos os clientes, possibilitando-nos fornecer uma solução de webhosting robusta e preparada para o futuro.

Como posso activar o IPv6 no meu site?

webtugagetipv6now

Em breve o IPv6 será activado por omissão nas novas subscrições de planos de Alojamento Web, no entanto a WebTuga convida-o desde já a juntar-se à Internet do futuro, activando de imediato o acesso IPv6 no seu site.

A activação individual do IPv6 em cada site poderá ser solicitada através do envio de um e-mail para o nosso Departamento Técnico com o assunto “Get IPv6 Now @ WebTuga“, indicando os sites onde pretende que este protocolo seja activado.

Os clientes que tenham soluções dedicadas, como servidores VPS, servidores Cloud ou servidores Dedicados, poderão também solicitar de forma gratuita a alocação de endereçamento IPv6 nos seus servidores, podendo assim testar e implementar IPv6 nos seus serviços.

No futuro chegará um momento em que o IPv4 deixará de ser suficiente para continuar a permitir a rede Internet crescer. A solução passa por prevenir esta situação e implementar o protocolo IPv6 o mais rapidamente possível.

Na WebTuga não queremos esperar para ver o que vai acontecer e por esse motivo queremos que a nossa infra-estrutura está preparada na sua totalidade para a nova geração de Internet.

Faz parte do ADN da nossa empresa apostar na prevenção e na implementação precoce de tecnologias que permitam a continuidade do nosso negócio e também nos possibilitem proporcionar aos nossos clientes um serviço que acompanhe a evolução da tecnologia.

 

Junte-se a nós e active já o IPv6 no seu site!