http/2 – mais performance para o seu site

0
465
views

http2

O acesso a uma página web é feito pelo protocolo HTTP, proposto originalmente pelo Tim Berners-Lee e que servia essencialmente para o transporte de texto (Hyper Text Transfer Protocol). A primeira versão do protocolo foi lançada em 1991 com o nome de HTTP0.9, tendo posteriormente sido sucedida pelo HTTP1.0 em 1996 e pelo HTTP1.1 em 1997.

Apesar de hoje em dia um browser ser utilizado para transferência de muita mais informação do que apenas texto, pouco ou quase nada tem mudado no protocolo HTTP face ao que era em 1997 na versão HTTP1.1. Com o tempo tem-se vindo a verificar que a forma como o protocolo faz o transporte da informação é limitada e não está devidamente optimizada para a quantidade e tipo de recursos que são transferidos actualmente no acesso à maioria dos sites.

No entanto nos últimos anos tem vindo a ser desenvolvida pelo IETF HTTP Working Group uma nova versão do protocolo HTTP chamada de HTTP/2 com bastante influência do protocolo SPDY desenvolvido pelo Google, uma vez que o mesmo é baseado no SPDY/2.

O que é o HTTP/2?

O HTTP/2 vem trazer bastantes melhorias que certamente irão ajudar o carregamento dos sites a ser mais rápido e também a optimizar o número de ligações necessário para visualizar uma página web, permitindo assim um melhor aproveitamento dos recursos.

O protocolo HTTP/2 é multiplexado, querendo isto dizer que permite utilizar uma única ligação para efectuar e receber vários pedidos/respostas, enquanto que o protocolo HTTP apenas pode efectuar um pedido por cada ligação, tornando-se menos eficiente e levando a que a velocidade de um site seja mais lenta para o visitante.

Apesar de funcionar em ligações HTTP, neste momento os browsers mais populares como Google Chrome e Firefox, apenas suportam este novo protocolo em ligações HTTP Seguras (HTTPS).

 

Protocolo HTTP/1.1 – Fonte: CloudFlare
Protocolo HTTP/2 – Fonte: CloudFlare

Vantagens e Diferenças do http/2

O http/2 vem melhorar significativamente o protocolo http utilizado actualmente, pelo que deixamos abaixo uma lista de algumas das principais mudanças no protocolo:

  • Todos os pedidos são descarregados em paralelo em vez de lista de espera (queue)
  • As páginas são transferidas como binário em vez de texto
  • Os cabeçalhos/headers HTTP são comprimidos
  • Os servidores podem fazer “push” de informação sem que o utilizador solicite, permitindo assim melhorar a velocidade dos sites

http/2 na WebTuga

O http/2 irá a longo prazo estar presente em qualquer servidor acessível pela Internet. Por esse mesmo motivo, após vários testes internos com o novo protocolo na nossa infra-estrutura, a WebTuga começou a activar gradualmente o suporte a http/2 em todos os seus servidores web de forma a proporcionar aos seus clientes uma melhor experiência no acesso aos sites.

Se está actualmente a alojar o seu site com a WebTuga, o mais provável é que este já esteja neste momento a acessível pelo protocolo http/2. Caso ainda não esteja, não deverá demorar muito tempo até que o mesmo usufrua das vantagens do protocolo http/2.

Relembramos que para usufruir das vantagens do http/2, será necessário que o seu site tenha um certificado e esteja acessível através de uma ligação segura.

Orgulhamo-nos de estar na vanguarda no que diz respeito a novas tecnologias que permitam melhorar a performance das nossas soluções de alojamento web, providenciando assim uma melhor experiência na utilização dos sites alojados pelos nossos clientes na nossa infra-estrutura por parte dos seus visitantes.

A WebTuga fornece assim a partir de hoje soluções profissionais de alojamento web com suporte http2.