Como escolher Empresa de Alojamento Web

0
376
views

WebTuga FacebookApós tomar a decisão de criar o seu site e já estar definido quem é que o irá desenvolver (caso não seja você próprio o responsável pelo desenvolvimento do mesmo), um dos passos mais importantes é encontrar a empresa de alojamento web onde irá alojar o conteúdo do seu site para disponibilizar na Internet.

O primeiro impulso da maioria das pessoas é procurar um serviço de alojamento gratuito, no entanto esta não será a melhor opção. Um serviço de alojamento grátis poderá ser uma boa solução a utilizar durante a fase de testes do seu site caso não queira instalar um ambiente de development no seu computador ou servidor caseiro, no entanto, devido às limitações dos servidores de alojamento gratuito não será grande ideia optar por alojar o seu site em produção neste tipo de serviços.

Se está a pensar em alojar um site online já em produção, então esqueça a opção do alojamento gratuito e procure uma empresa profissional que forneça Web Hosting. Esta opção aplica-se não só a sites empresariais e comerciais, como também a sites pessoais, blogs, comunidades online, etc. Desta forma poderá vir a evitar problemas que poderá encontrar ao utilizar serviços gratuitos.

Existem vários factores para por de parte o serviço de alojamento gratuito como uma alternativa, veja algumas das razões:

  • Suporte – Quando está a utilizar um serviço de alojamento grátis, o suporte é praticamente nulo ou até mesmo inexistente;
  • Garantias – Num serviço de alojamento grátis não existem garantias de que o serviço esteja online ou tempos mínimos de Uptime. Este ponto é bastante importante quando se trata de um site comercial de vendas online, pois a cada minuto que passa está a perder dinheiro devido às vendas perdidas. Para além disso ter o seu site constantemente offline não transmite grande confiança aos seus clientes;
  • Publicidade – Os fornecedores de serviços gratuitos podem livremente alterar os termos de serviço a qualquer momento e exigem normalmente que o seu site mostre publicidade forçada;
  • Limitações dos Servidores – Existem bastantes limitações ao nível das linguagens utilizadas nos servidores e das suas funções. Para além disso o acesso a ferramentas de base de dados é bastante limitado;
  • Domínio Próprio – Poucas das vezes é possível associar o seu domínio próprio à sua conta de alojamento gratuita, impedindo assim que faça um branding completo do seu site, o que poderá dar um mau aspecto aos seus visitantes
  • Cópias de Segurança – Normalmente não existem backups automáticos em servidores de alojamento gratuito e muitos deles dificultam o processo de cópia de segurança, mesmo que manual;
  • Conteúdo – Para além de não existirem cópias de segurança, existem ainda casos em que fornecedores de serviços de alojamento gratuito apoderaram-se dos conteúdos e bases de dados dos seus utilizadores;

Como pode verificar, apesar de serem grátis, os serviços de alojamento gratuito poderão vir a sair mais caro ao seu bolso com perda de vendas e conteúdo. Portanto, a menos que queira efectuar algum teste, ponha de parte os serviços de alojamento gratuito e procure por uma empresa onde pague pelo seu serviço e possa exigir a qualidade do mesmo.

Dependendo das linguagens de programação, base de dados e tecnologias utilizadas no desenvolvimento do seu site, poderá começar a filtrar os fornecedores de Hosting. Comece por apontar quais são os seus requisitos mínimos e vá cada vez mais filtrando os resultados da sua lista de empresas.

Poder utilizar um domínio próprio, tanto para sites pessoais como comerciais, é quase obrigatório. A maioria das empresas que fornecem serviço de alojamento web, permitem também o registo de domínios a baixo custo, desta forma não terá que trabalhar com várias entidades para manter o seu site online, podendo registar o seu domínio e contratar o serviço de alojamento na mesma empresa. É ainda provável que a empresa que a empresa de hosting que escolha, tenha planos já com o preço do domínio incluído.

Existem outros detalhes que deverá ter em conta ao contratar um serviço de alojamento web, como por exemplo:

  • Recursos – Caso necessite de recursos específicos, deverá obter claramente essa informação junto do fornecedor do serviço. Verifique quais as tecnologias e linguagens de programação suportadas pelo serviço, número de contas de e-mail, motores de base de dados, espaço em disco, tráfego mensal, sub-domínios, etc.
  • Localização da Datacenter – A localização dos servidores é um factor bastante importante quando se trata de um site comercial. Deverá certificar-se que obtém um servidor perto da localização onde se encontra a maior fatia do seu publico alvo; para tal contacte a empresa de hosting e questione acerca da localização da Datacenter. Tenha em atenção que, apesar de existirem muitas empresas de Alojamento portuguesas, muitas delas têm os seus servidores em outros países como por exemplo Alemanha, Holanda, Reino Unido ou até mesmo Estados Unidos da América. Dessa forma o acesso ao seu site será mais lento e as latências serão muito mais altas.
  • Servidores – Questione a empresa acerca das especificações técnicas base utilizadas nos servidores para o serviço que pretende, como por exemplo memória RAM, CPU e redundância dos discos;
  • Overselling

    Overselling é uma prática utilizada por muitas empresas de alojamento web que consiste em oferecer planos com recursos que não podem garantir visto os servidores não terem capacidade para tal, tendo por base o facto de que a maioria dos clientes apenas irá utilizar uma baixa percentagem dos recursos oferecidos.

    Para além disso existem empresas que não fazem monitorização activa dos seus servidores e colocam demasiados sites no mesmo servidor, fazendo com que os serviços percam performance e tenham downtimes devido ao consumo excessivo de recursos por outros sites.

    Fuja de empresas que utilizem demasiado o termo “Ilimitado”. Recursos como “Espaço Ilimitado” e “Tráfego Ilimitado” não existem, sendo apenas estratégias de Marketing utilizadas por empresas da área.

  • Feedback – Procure Feedback e alguma informação do background da empresa. Existem muitos sites que fornecem serviços de alojamento mas que não se tratam realmente de empresas legais. Procurar feedback acerca do serviço e de uma empresa pode ser muito rápido através de uma pesquisa no Google e pode salvar-lhe alguns trocos no futuro.
  • Painel de Controlo – Verifique se a empresa utiliza um painel de controlo standard e fácil de utilizar como o cPanel por exemplo. Desta forma irá ter acesso a muitos mais guias caso tenha alguma duvida, visto serem painéis utilizados por várias empresas do mercado e a estarem bem documentados.
  • Velocidade de Acesso – Teste a velocidade e latência da ligação da Rede pedindo um endereço de IP para que possa efectuar ping ou um dump file para que possa fazer download e verificar os resultados;
  • Monitorização – Questione a empresa acerca das práticas de monitorização da rede, servidores e serviços; Na WebTuga por exemplo, monitorizamos todos os serviços da nossa infra-estrutura com intervalos de 1 minuto prevenindo assim possíveis problemas que possam acontecer;
  • Backups – Confirme se a empresa de hosting efectua cópias de segurança do seu conteúdo e obtenha informação acerca da frequência dos backups e dos pontos de restauro que são retidos.

Poderá no final considerar a avaliação do preço dos serviços, no entanto não coloque este ponto como um dos mais importantes pois por vezes o que é barato demais poderá sair caro.

Resumindo: Deverá avaliar cuidadosamente a empresa na qual irá confiar o seu site e investir o seu dinheiro. A escolha de alojamento web deverá ser uma decisão feita com cuidado, pelo que deverá contactar com as entidades que seleccionar para que possa obter as suas conclusões acerca do serviço que mais lhe agrada.

Caso esteja com duvidas, peço-lhe que espreite as Vantagens da WebTuga Hosting e o Feedback dos nossos clientes de forma a tirar as suas próprias conclusões acerca do nosso serviço.